É viavel investir em Yuans?

O yuan chinês continua a fortalecer ativamente em relação ao dólar dos EUA. Segundo analistas, essa tendência deve-se ao agravamento das relações comerciais entre Washington e Pequim, bem como a regulação da taxa de câmbio pelo Banco do Povo da China. O yuan poderia apertar o dólar na arena global?

Crescimento gradual

O yuan conseguiu atualizar os altos de agosto de 2015 no mercado de câmbio global. Entre outros fatores, o Banco Central da China favoreceu esse crescimento elevando a taxa da moeda nacional em relação ao dólar dos EUA em 377 pontos, para 6,3 yuan por dólar.
No entanto, especialistas dizem que ainda é cedo para falar sobre uma transferência maciça de investimentos de um dólar instável para o yuan, uma vez que houve também uma transferência parcial de poupança em outras moedas importantes do mundo.

Outro fator positivo para a moeda chinesa foi o lançamento de futuros de petróleo em yuan. Algum tempo atrás, no Shanghai International Energy Exchange (INE), as primeiras operações de comércio de hidrocarbonetos foram realizadas na moeda nacional da China. Como resultado do primeiro dia, o volume de transações atingiu 2.9 bilhões de dólares.

Especialistas acreditam que a decisão da China de lançar o petroyuan pode causar um enfraquecimento adicional do dólar. Esta é uma retirada dos investidores dos títulos do Tesouro dos EUA, o que poderia causar problemas nos Estados Unidos para refinanciar sua própria dívida nacional.

No contexto do lançamento de futuros de petróleo na Bolsa de Valores de Xangai, a demanda pela moeda chinesa aumentou e, nessa situação, o aumento da taxa do yuan pelo Banco Central da China foi um passo plenamente justificado. Para a economia mundial isso não levará a conseqüências negativas. Nos próximos seis meses, devemos esperar um fortalecimento gradual da moeda chinesa.

Luta competitiva

De acordo com o banco central chinês, o yuan começou a se fortalecer de forma constante com relação à moeda norte-americana desde dezembro de 2017. O fortalecimento da moeda nacional na esfera global é uma das tarefas do governo chinês. Analistas explicam que uma moeda nacional forte resolveria vários problemas enfrentados pela República Popular da China.

Assim, dentro da iniciativa chinesa “Um cinturão, uma rota”, um yuan forte permitirá empréstimos para projetos de investimento de empresas chinesas, observou o chefe da Escola de Estudos Orientais da Escola Superior de Economia da Rússia, Alexei Maslov.

Além disso, sob as condições da chamada guerra comercial com os Estados Unidos, uma moeda nacional forte permitirá ao gigante asiático fazer pagamentos bilaterais sem recorrer ao uso do dólar.

Para o mercado doméstico da China, essa situação também é benéfica. Os importadores teriam a oportunidade de comprar mais mercadorias pelo mesmo montante de dinheiro. No entanto, para os exportadores, o fortalecimento do yuan significa uma redução na competitividade de preços.